Por que tantas mulheres héteros curtem pornô lésbico?


Pixabay

“Nunca fui de me masturbar, ir atrás de pornografia. Meu namorado adora e, um tempo atrás, pediu pra gente assistir juntos. Nas primeiras vezes, não fiquei nem um pouco excitada. Topava pra agradá-lo. Até que vi um vídeo de duas mulheres se pegando, fazendo sexo oral, e descobri que tenho muito tesão em pornô lésbico. Só que eu sou hétero, o sexo com ele é maravilhoso e nunca tive vontade de ficar com mulheres. Não consigo entender por que isso acontece. Você acha normal?”.

Quando uma pessoa aflita me confessa algum desejo ou comportamento, quer basicamente ouvir: “Você não é a única(o)”. Então, os números divulgados pelo Pornhub vão te relaxar como orgasmo. As mulheres representam um quarto dos visitantes do famoso site pornô, que recebeu 27 bilhões de visitas em 2017, e a categoria preferida delas é… sexo lésbico. O interesse feminino por esse tipo de vídeo é quase 200% maior que o dos homens!

Por que? O pornô hétero tradicional constrói e reflete as fantasias sexuais dos homens. As cenas já começam na penetração e/ou focam nela 99% do tempo. Britadeira humana. Closes genitais. Gemidos exageradamente fakes. Personagens retratadas quase sempre como submissas. Rola um ~peniscentrismo: tudo gira ao redor e em função do pênis. Dá-lhe ejaculação na cara.

É bem compreensível que esse combo não te dê tesão, querida leitora. Inclusive porque várias pesquisas revelam que 80% das mulheres não conseguem atingir o orgasmo só com penetração – estímulo no clitóris é pré-requisito. O pornô lésbico tende a mostrar reciprocidade, ter preliminares, beijo de língua, carícias nos seios, muuuuito sexo oral, masturbação, vibradores etc. São contextos mais naturais e menos “troca de posição a cada 30 segundos”.

Algumas mulheres procuram o pornô lésbico, assim como outras categorias, por curiosidade. Sentem-se seguras para explorar a própria sexualidade na ficção sem que ninguém saiba ou sem, digamos, consequências reais. E você pode morrer de tesão vendo pornô lésbico, mas sequer pensar nisso enquanto transa com seu namorado. Ou pensar, mas não ter vontade de experimentar. Ou experimentar, mas não ser a sua. Ou ser a sua, e você perceber que a orientação sexual é outra (homo ou bissexual).

Nem sempre a gente consegue entender a origem dos nossos desejos – e para onde eles querem nos levar. Absolutamente normal.

*Nathalia Ziemkiewicz, autora desta coluna, é jornalista pós-graduada em educação sexual e idealizadora do blog Pimentaria

This article is automatically posted by WP-AutoPost Plugin

Source URL:https://br.vida-estilo.yahoo.com/por-que-tantas-mulheres-heteros-curtem-porno-lesbico-201916038.html

Leave a reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>