Do banco da praça às lives polêmicas: Bruno e Marrone não param de causar na quarentena


A dupla não para de se envolver em polêmicas (Foto: Reprodução/Instagram)

Bruno e Marrone têm mais de 20 anos de carreira, mas é até difícil citar períodos em que a dupla ficou no auge sem falar da música ‘Dormi Na Praça’, lançada em 2000, e o momento atual, repleto de discussões políticas e lives bombando por causa da pandemia.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no InstagramFacebook e Twitter

Os shows virtuais dos cantores têm dado o que falar nas redes sociais. Desde quando a quarentena começou, Bruno e Marrone não saem dos assuntos mais comentados do Twitter. Os comentários variam: alguns falam da nostalgia, outros focam sobre as canções que mais gostam do repertório e a maioria comenta as polêmica causadas após a bebedeira.

Leia também

Os olhos do público foram voltados para eles com pouco tempo de quarentena. A dupla, que apoia Bolsonaro desde a campanha eleitoral de 2018, foi acusada de negar a participação do presidente em uma live para não “misturar política com música”. O baphão rendeu nas redes sociais. Se a ideia era não misturar as coisas, o tiro acabou saindo pela culatra.

Pedro Bial colocou a dupla na berlinda ao comentar o assunto em seu programa. Bruno negou a história e Marrone disse que a situação aconteceu de verdade. “Não tô sabendo que aconteceu isso não”, disse Bruno. “Ah, eu fiquei sabendo sim”, falou Marrone. “Não, se você ficou sabendo não é verdade”, insistiu Bruno. “É, eu fiquei sabendo que o pessoal passou as informações aqui pra gente… pra mim”, explicou Marrone.

- Não tô sabendo que aconteceu isso não.
- Ah, eu fiquei sabendo.
- Não, se você ficou sabendo ñ é verdade.
- É, eu fiquei sabendo que o pessoal passou as informações aqui pra gente… pra mim.
- Não…
- Mas é…
- Não teve isso não.
- É porque…
- Não chegou a ter isso não. pic.twitter.com/HiSBpbmrEr

— Shows Ao Vivo (@Shows_AoVivo) June 3, 2020

A reação da dupla, que não conseguiu dar a mesma resposta, ficou entre os assuntos mais comentados. A partir daí, a galera ficou só esperando as próximas gafes. Para amenizar a história, Bruno resolveu deixar claro que continua apoiando o presidente. Mesmo com as críticas, o cantor falou em uma live que admira Bolsonaro e pediu para os fãs não o atacarem por isso.

“Eu gosto de quem faz o bem para todos. Eu falo do Bolsonaro, não que eu seja bolsonarista, eu falo do Bolsonaro porque ele é um cara honesto. O que o Brasil estava precisando era de pessoas honestas para limpar essa ‘desgramaiada’ que estava aí tudo roubando a gente. É só isso”, afirmou. Será que depois dessa teremos uma participação do presidente em um show sertanejo?

Parabéns pela coragem de se posicionarem a favor do Brasil!!

Leave a reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

  • Share on Tumblr