Will Smith afirma que fracasso de "Depois da Terra" nos EUA foi "devastador"

Los Angeles (EUA), 9 fev (EFE).- O ator Will Smith garantiu nesta segunda-feira que o fracasso de bilheteria nos cinemas dos Estados Unidos de "Depois da Terra", filme de 2013 que protagonizou ao lado de seu filho Jaden Smith, foi "emocionalmente devastador" para ele e o levou a mudar sua filosofia na hora de focar em sua carreira.

Smith fez essas declarações em Los Angeles durante o dia de apresentação à imprensa de seu próximo filme, "Golpe Duplo", uma história de amor entre ladrões da qual decidiu participar para se divertir, sem pensar em como ela será recebida nas salas de cinema.

Will Smith é um dos 20 atores de maior bilheteria de todos os tempos, graças a uma média de arrecadação de US$ 131,5 milhões por filme, e só é superado nessa lista por Orlando Bloom, segundo informações do site "Box Office Mojo".

Os filmes de Bloom têm arrecadação média de US$ 165,5 milhões, mas esse número se sustenta nas sagas bem-sucedidas "O Senhor dos Anéis" e "Piratas do Caribe", onde tem um papel secundário, enquanto Smith é protagonista.

O filme de ficção científica "Depois da Terra" foi uma produção da Sony Pictures que contou com um orçamento aproximado de US$ 130 milhões e que só faturou US$ 60 milhões nos cinemas dos Estados Unidos, sem chegar ao primeiro lugar em bilheteria.

"Tive uma enorme revelação e experiência com o fracasso de 'Depois da Terra'. Para mim, foi devastador emocionalmente. Tive que me distanciar, estava me deixando ser influenciado por isso, pelo que outras pessoas pensavam dos meus filmes", revelou Smith.

A distribuição internacional acabou salvando o filme que parou de ser exibido nos cinemas após 80 dias em cartaz, com receitas superiores a US$ 240 milhões.

Justo quando o ator estava assimilando esse golpe moral, caiu em suas mãos o roteiro de "Golpe Duplo", um filme no qual seu personagem é um mestre do roubo e um profissional da charlatanice, cuja vida se complica quando se apaixona por uma jovem ladra.

"(O roteiro) Me pareceu que era uma forma genial de falar da necessidade absoluta de autenticidade e de ser você mesmo para criar um ambiente de amor", explicou Smith, que se juntou ao projeto para "se sentir bem".

"Não me importa se é um sucesso, se é o número 1 (em bilheteria) ou o número 10. Fazer 'Golpe Duplo' foi extremamente libertador para mim", acrescentou.

Smith confessou que, durante "muitos anos", ficou enlouquecido por viver focado em atingir metas, uma etapa que deixou para trás.

"Agora me dedico a desfrutar o momento e não me preocupar com o que vai acontecer amanhã, porque não temos o controle sobre isso", opinou o astro de Hollywood, que acrescentou estar em uma fase de transição vital, que começa a se refletir em suas obras.

"Estou ansioso para ver aonde tudo vai me levar, mas é um grande momento para eu ser eu mesmo, adoro a minha vida", afirmou.

"Golpe Duplo" chegará aos cinemas americanos no dia 27 de fevereiro e em março estreará, entre outros lugares, no Brasil e na Argentina, país onde aconteceram boa parte das filmagens.

"Eu adoro Buenos Aires", admitiu Smith, um sentimento que foi compartilhado por seus colegas de elenco, que destacaram o quão "sofisticados", "inteligentes" e "amáveis" são os argentinos, assim como "muito bonitos", comentou a australiana Margot Robbie, cuja personagem se apaixona por Smith no filme.

"Golpe Duplo" foi escrito e dirigido por Glenn Ficarra e John Requa ("O Golpista do Ano") e, além de Smith e Margot, conta em seu elenco com o brasileiro Rodrigo Santoro, Gerald McRaney e Adrián Martínez. EFE

This article is automatically posted by WP-AutoPost Plugin

Source URL:https://br.cinema.yahoo.com/noticias/morre-diretor-dinamarquês-vencedor-oscar-quot-festa-babette-094853030.html

Leave a reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>