Outra gafe no Oscar: foto de produtora viva foi usada na hora do "In Memoriam"

Outra gafe no Oscar: foto de produtora viva foi usada na hora do "In Memoriam"
Imagem: reprodução Youtube

Além de toda a confusão que marcou a entrega do prêmio de melhor filme, outra gafe terrível foi cometida durante a cerimônia do Oscar neste domingo. No segmento “In Memoriam”, que homenageia os profissionais da indústria do cinema falecidos no último ano, a foto da produtora australiana Jan Chapman apareceu. O detalhe: ela está vivinha da Silva.

A imagem de Jan foi usada para ilustrar a aparição de sua conterrânea, a figurinista Janet Patterson, cujo nome estava no telão. Janet, que realmente morreu em outubro de 2016 aos 60 anos, havia sido indicada ao Oscar quatro vezes, por ‘O Piano’, ‘Retratos de Uma Mulher’, ‘Oscar e Lucinda’ e ‘O Brilho de Uma Paixão’.

Constrangida, Jan Chapman falou sobre o ocorrido para a

Read More

As 10 melhores reações à confusão do Oscar

As 10 melhores reações à confusão do Oscar

As 10 melhores reações à confusão do Oscar
Yahoo Vida e Estilo

O Twitter foi à loucura com a confusão na entrega do Oscar de melhor filme, primeiramente anunciado para ‘La La Land’, e depois corrigido para ‘Moonlight’. Veja os melhores memes e reações.

This article is automatically posted by WP-AutoPost Plugin

Source URL:https://br.vida-estilo.yahoo.com/10-melhores-rea%C3%A7%C3%B5es-%C3%A0-confus%C3%A3o-slideshow-wp-153208411.html

Read More

Depois de equívoco histórico, 'Moonlight' é o verdadeiro vencedor do Oscar 2017

Depois de equívoco histórico, 'Moonlight' é o verdadeiro vencedor do Oscar 2017
(Foto: Divulgação)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – E o prêmio máximo do Oscar vai para: “La La Land – Cantando Estações”. Esse foi o anúncio de Warren Beatty. Minutos depois, no entanto, depois que o elenco já estava inclusive agradecendo, veio a correção.

O vencedor foi, na verdade, “Moonlight – Sob a Luz do Luar”. Um momento inacreditável, inédito na história do Oscar, que fez a organização do miss universo de 2015 ficar com inveja. Beatty diz que se confundiu porque o envelope trazia o nome da atriz Emma Stone, de “La La Land”. E, por isso, teria levado tanto tempo para falar o nome do melhor filme do Oscar.

Com isso, “La La Land” repete performance de “A Malvada”, com 14 indicações e seis estatuetas; mas o filme de 1950 levou a de melhor fi...

Read More

Iraniano "O Apartamento" leva Oscar de melhor filme estrangeiro

Iraniano "O Apartamento" leva Oscar de melhor filme estrangeiro
(Foto: Divulgação)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O filme iraniano “O Apartamento” ficou com a estatueta na categoria produção estrangeira. Na trama, um casal aluga um apartamento, onde a mulher é atacada, o que desencadeia uma crise conjugal.

O filme, no entanto, ficou famoso por causa de seu diretor, Asghar Farhadi. O cineasta protesta contra o decreto anti-migratório do presidente americano Donald Trump e não foi à cerimônia. “Cineastas criam empatia entre nós e os outros, empatia de que precisamos mais do que nunca”, escreveu o diretor iraniano Asghar Farhadi no discurso que enviou à cerimônia da qual não participa em respeito “a seus compatriotas”.

Ashgar Farhadi esperava comparecer à cerimônia, mas mudou seus planos após a adoção pelo governo ...

Read More

Viola Davis leva Oscar de melhor atriz por "Um Limite Entre Nós"

Viola Davis leva Oscar de melhor atriz por "Um Limite Entre Nós"
(Foto: Richard Shotwell/Invision/AP)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Viola Davis ganhou, finalmente, o Oscar de melhor atriz coadjuvante por “Um Limite Entre Nós”. Era favorita. A atriz foi indicada duas vezes anteriormente, por “Dúvida” e “Histórias Cruzadas”. “Pessoas me perguntam o tempo todo: ‘que tipo de história você quer contar?’ E eu digo que temos que exumar esses copos, de pessoas que sonharam e não conseguiram concretizar esses sonhos.

Graças a Deus me tornei uma artista, acho que é a única profissão que celebra o que significa viver uma vida”, disse a atriz em seu discurso, agradecendo à equipe de “Um Limite Entre Nós”. As duas principais categorias até agora, para atores coadjuvantes, vão para negros.

Merecidas vitórias, mas...

Read More